PARA MANTER A SANIDADE EM UM MUNDO MALUCO


Ronaldo

“Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas. ”

Colossenses 3:1-2


O mundo atravessa um período conturbado. O nível das tensões e dos conflitos piora a cada dia. Assistir um programa jornalístico tornou-se um suplício, pelo festival de horrores que se repetem diuturnamente. Cada liderança nova que surge parece nascer condenada a repetir erros catastróficos do passado. Seres humanos embrutecidos que não se importam com os mais empobrecidos e humildes.

Multiplicam-se escândalos com políticos e empresários, comprometidos há décadas em fazer sangrar o povo por meio da corrupção. Famílias que sofrem os efeitos perniciosos de uma sociedade fundada no hedonismo, egoísmo e consumismo. Suicídios e depressão crônica tornaram-se epidemias. Violência passou a ser a norma geral. Para muitos, não há luz no fim do túnel. Morte, destruição e vazio são as constantes mais presentes.

Em meio a esse caos, a Palavra de Deus tem uma orientação simples, e que, por sua simplicidade, nem sempre é compreendida e praticada. Procurar e pensar nas coisas lá do alto não é uma forma de escapismo, de fuga da realidade que nos cerca. Pelo contrário, trata-se de buscar as melhores respostas e orientações dentre os fundamentos do Reino de Deus para aprender a lidar com o mundo ao redor. As respostas certas não podem ser encontradas dentre os que geram perguntas equivocadas. É preciso ir à fonte que ensina a questionar o que é verdadeiro, a partir de um olhar amoroso, ético e estabelecido pela sabedoria de Deus.

Em um pequeno-grande livro* que li recentemente, a autora traz algumas orientações interessantes sobre como manter a mente sã diante desse cenário atual das coisas. Considero que suas observações coadunam bem com a essência a ser buscada na Bíblia e na comunhão da Igreja.

A partir de sua experiência no campo da psicoterapia, a autora recomenda quatro áreas que precisam passar por mudanças, que podem ser trabalhadas de forma autônoma. Caminhos para estabelecer um novo foco de vida e desenvolver as condições para não se perder na loucura ao redor.

A primeira área que precisamos mudar é a auto-observação. Aprender a ficar do lado de fora de nós mesmos, para sentir, reconhecer e avaliar sentimentos, sensações e pensamentos conforme ocorrem e como determinam nosso estado de ânimo e comportamento.

Com a auto-observação desenvolvemos uma maior clareza interna e podemos nos tornar mais abertos à vida emocional das pessoas que nos cercam. Torna-se menos provável que ajamos a partir de nossos sentimentos ocultos e repitamos padrões de autossabotagem, para exercer mais compaixão por nós mesmos e, consequentemente, pelos outros.

Auto-observação é um método de reeducarmos a nós mesmos.

Continuaremos nesse tema na semana que vem, se Deus quiser.


* PERRY, Philippa. Como manter a mente sã. Rio de Janeiro: objetiva, 2012.

Luciano Sathler Professor de Escola Dominical Membro na IM Central em Santo André

#colunistas #Luciano

Post em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square