Depois de trabalhar toda a semana.


Patrícia

“Digno é o trabalhador do seu salário."

Lucas 10.7

Labuta para alguns, provisão para outros, o trabalho é uma das atividades que geralmente dignifica uma pessoa. Alguns talvez consigam terminar a semana com a sensação de ter realizado o trabalho com ética e decência compartilhando o prazer e a alegria que a realização profissional traz. Tornar o trabalho uma benção em vez de uma carga pesada não depende apenas do trabalhador/a, mas de quem o contrata. Essa questão a maioria de nós brasileiros/as bem sabemos, pois nos encontramos em uma das situações. Infelizmente ainda nos dias atuais, alguns fazem do trabalho um meio de escravidão. A opressão está presente em diversas situações.

Estar preso ao sistema trabalhista é uma das maneiras nítidas de observarmos que a pirâmide é calcada de desigualdade e diferença social. O Brasil passa por uma reforma trabalhista que segue para a sanção do presidente da República. Evidentemente já imaginamos como será o final desse triste episódio. Um texto esclarecedor nos ajuda a visualizar algumas mudanças: “A reforma muda a lei trabalhista e traz novas definições sobre férias, jornada de trabalho, remuneração, horários e outras questões. Com a aprovação, trabalhadores do Brasil inteiro já se adiantaram e começaram a negociar diretamente com seus patrões. A primeira escolha para a classe trabalhadora será entre ganhar menos ou perder o emprego.” Infelizmente muitas outras questões implicam para que o/a trabalhador/a conviva com faltas de escolhas.

Nossa Igreja Metodista se posiciona sempre em favor da vida, que é a opção de Jesus. Essa postura nos permite refletir temas tão importantes como essa reforma. Nessa direção, as palavras do bispo Stanley, secretário executivo do Colégio Episcopal nos motiva:

“O centro do Brasil são as pessoas do Brasil, e nos discursos que a gente tem visto hoje se fala sempre na divisão do bolo, ou seja, do dinheiro, que na visão do empresário está sobrando pouco pra ele e na visão do povo ele nem fala porque está passando fome”.

Olhando para o conturbado momento no Brasil, constatamos situações que estão distantes da proposta de Jesus: partilha, valores, oportunidades...

A Bíblia sempre será uma fonte para nossa inspiração. Palavras de vida para aquele/a que crê. Poderia ser a regra para a prática de muitas pessoas, assim entenderiam as palavras para um tempo de graça: Digno é o trabalhador do seu salário.

Abraço fraterno..

Patrícia Marques Pastora na IM em Santana

#colunistas #patricia

Post em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square