A IGNORÂNCIA é uma fonte de lucro! • parte 1


Ronaldo
 

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento...” - Oséias 4.6a

 

A ignorância é uma grande fonte de lucro para muita gente. Não falo de ignorância no sentido pejorativo da palavra, mas no sentido da falta do saber, do desconhecimento ou falta de prática com determinado assunto. Todos nós, sem exceção, somos ignorantes em determinados assuntos com o qual não temos contato usual, e/ou que fogem de nossa formação escolar e profissional.


Um dos assuntos que os brasileiros menos possuem conhecimento é sobre os produtos oferecidos pelos BANCOS, sendo este um dos ramos de negócio que mais lucra com a ignorância da população como um todo!


Talvez você não saiba, mas o lucro do setor bancário é maior do que o lucro de todos os demais setores da economia somados! Só no 2º Trimestre de 2016, o Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander lucraram juntos R$ 13,46 BILHÕES. Veja bem, apenas 4 bancos, e em apenas 3 meses! E ainda foi um trimestre “ruim”, pois no mesmo período de 2015, o lucro registrado foi de R$ 17,35 Bilhões.


Não se engane: esse lucro não vem do nada, ele vem do MEU e do SEU bolso. E em grande parte, os bancos obtêm esses bilionários e recorrentes lucros, por falta de conhecimento nossa e da população brasileira como um todo, com relação aos produtos que o banco oferece.


Cartão

Diante disso, o objetivo deste e dos próximos textos é trazer um pouco de luz sobre alguns dos produtos mais comuns oferecidos pelos bancos, para evitar que, à luz do versículo citado no início, você seja “destruído” por falta de conhecimento:


CHEQUE ESPECIAL


É comum os bancos oferecerem um limite para utilização quando o saldo de sua conta acaba, limite este chamado de “cheque especial”. É um dinheiro que fica sempre disponível na sua conta, para que você utilize quando tiver necessidade, sem precisar contatar o gerente ou fazer qualquer coisa. E a disponibilidade imediata, facilidade e rapidez com que esse recurso está disponível para você tem um custo ALTÍSSIMO!


Pense pela ótima do BANCO: ele poderia estar fazendo qualquer outra coisa com esse dinheiro que está disponível para você, concorda? Poderia emprestar para empresas, para financiamentos, etc. No entanto, ele deixa “disponível” para quando você tem necessidade. Dessa forma, quando você utiliza este recurso, o banco acredita que você deva pagar mais CARO por esta facilidade que ele te oferece, até pra que você o “compense” por sua “disposição e benevolência” de deixar este dinheiro ao seu dispor. Pelo menos é a justificativa que eles usam pra cobrar em média 321,1% AO ANO (mais de 13,5% AO MÊS), segundo levantamento do Banco Central.


Tenho quase certeza que você vive, viveu ou conhece alguém que vive apenas utilizando o cheque especial. São situações onde, quando o salário entra, serve apenas para COBRIR o limite do cheque especial, e então ao longo do mês, dia a dia a pessoa vai entrando mais e mais no limite do cheque especial, como se ESTE fosse efetivamente seu salário.


Isso, no entanto, pode ser MORTAL para sua vida financeira. Sem perceber, os juros rapidamente CORROEM seu capital. E não é incomum o banco te dar cada vez mais corda pra você se enforcar, até que, quando não tiver mais condições de pagar mais, ele corte seus limites de crédito, e praticamente o “obrigue” você a fazer um acordo para quitar suas dívidas. E nesse acordo, paga ainda mais juros em cima dos juros já acumulados.


Caso este seja o seu caso, ou de algum conhecido seu, recomendo enfaticamente que busque com todas as suas forças SAIR do limite do cheque especial. Ele deve servir APENAS como uma saída RÁPIDA, por poucos dias, para situações de desajustes de caixa por conta de imprevistos. Este limite NÃO deve servir para a utilização durante o mês inteiro, muito menos ser usado ao longo de vários meses.


Se há dificuldade em parar de usar o cheque especial, uma possível saída pode ser a contratação de um EMPRÉSTIMO PESSOAL, cuja taxa média de juros chega a 6,8% ao mês. Ainda é uma taxa CARÍSSIMA, porém bem mais baixa do que a assustadora taxa do limite do cheque especial.


Darei continuidade na semana que vem a este assunto, onde iniciarei falando especificamente sobre Empréstimo Pessoal!


Caso deseje fazer algum comentário abaixo, por favor não guarde a si, mas fique à vontade para compartilhar!


Grande abraço e que Deus nos abençoe!

Ronaldo Bella Sócio da Allux Investimentos Membro na Catedral Metodista de São Paulo

#colunistas #finanças #ronaldo #ignorância #lucro

Post em Destaque
Posts Recentes