Desmistificando produtos bancários


Ronaldo
 

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento...” - Oséias 4.6a

 

Seguindo a lógica dos últimos 2 textos, onde falo sobre a importância de conhecer um pouco mais sobre os produtos oferecidos pelos bancos, a fim de não sermos “destruídos” pela falta de conhecimento, neste texto quero falar sobre FINANCIAMENTOS e CONSÓRCIOS.


FINANCIAMENTOS


FINANCIAMENTOS são uma modalidade de EMPRÉSTIMO (falamos sobre isso no texto anterior), porém utilizados para adquirir algum bem. Via de regra, o bem fica alienado ao banco, de forma que serve como GARANTIA para o caso do não pagamento do financiamento. Por exemplo: caso alguém faça um financiamento de um veículo e pare de pagar suas parcelas, o banco pode solicitar busca e apreensão do veículo (literalmente retirar da posse do comprador), e efetuar um leilão do mesmo, com objetivo de conseguir de volta o valor não pago pelo comprador com dívida em atraso.


O financiamento só é permitido quando você sabe o que deseja comprar. Quando você quer comprar um veículo, por exemplo, você solicita um financiamento ao banco, informa todos os dados do veículo (de forma que ele fica ALIENADO ao banco), e caso o banco aprove, é feito o pagamento do bem diretamente ao vendedor do veículo. E pelo fato de ser uma modalidade de empréstimo com garantia real, os juros tendem a ser mais baixos do que um empréstimo pessoal tradicional.


CONSÓRCIOS


Já os CONSÓRCIOS são produtos oferecidos por bancos e algumas instituições financeiras, sendo uma alternativa para a aquisição um bem móvel ou imóvel (casa, apartamento, carro, moto, e até alguns tipos de serviço), pelo qual também não se possui o valor total para aquisição (assim como no caso do financiamento), mas não há pressa para a aquisição do mesmo.


Consórcios são regulamentados e fiscalizados pelo Banco Central, sendo que um consórcio nada mais é que um grupo de pessoas que tem o interesse em comum de comprar um bem. Diferente do que ocorre com um financiamento, onde você solicita ao banco exatamente o valor do bem que deseja comprar (inclusive informando ao banco os detalhes do bem que deseja comprar), em um consórcio você paga por uma CARTA DE CRÉDITO no valor aproximado do bem que tem em vista comprar (por exemplo, você pode aderir a um consórcio de veículo pagando por uma carta de crédito de R$ 30 mil, ou aderir a um consórcio de imóvel, pagando por uma carta de crédito de R$ 300 mil). Cada integrante de um consórcio pode solicitar um valor diferente de carta de crédito.


A lógica de um consórcio é que, somadas as parcelas de todos os contribuintes do grupo, é possível “contemplar” alguns dos integrantes deste grupo, fazendo com que levantem o valor INTEGRAL da carta de crédito que compraram. Esta contemplação acontece de duas formas:


• Por SORTEIO MENSAL, onde se depende exclusivamente da sorte para conseguir naquele mês a carta de crédito;


• Ou por LANCE, onde qualquer integrante do grupo pode dar um “lance” (ou seja, oferecer mais dinheiro ao grupo), em troca de tentar antecipar a conquista desta carta de crédito.


O maior apelo de um consórcio é você não pagar JUROS para a aquisição deste bem. O que ocorre é o pagamento de uma Taxa de Administração, paga à instituição financeira que administra o grupo.


O QUE É MELHOR?


Caso você tenha PRESSA em levantar o recurso que deseja, o ideal é o financiamento, onde você levanta o valor em um CURTO PRAZO, porém paga JUROS por esta rapidez com que levanta o recurso.


Caso você NÃO tenha pressa, o ideal é um consórcio, onde não há certeza de QUANDO você conseguirá levantar o recurso, mas NÃO pagará juros, e mesmo levando em consideração a Taxa de Administração paga, ela é MUITO MENOR do que os juros pagos em um Financiamento.


Particularmente creio que todos deveriam olhar com bastante carinho para o consórcio, sempre que houver possibilidade e tempo disponível para aguardar a contemplação da carta de crédito. É uma forma de adquirir patrimônio, pagando muito menos que em um financiamento!


Caso deseje fazer algum comentário abaixo, por favor não guarde a si, mas fique à vontade para compartilhar!


Grande abraço e que Deus nos abençoe!

Ronaldo Bella Sócio da Allux Investimentos Membro na Catedral Metodista de São Paulo

#colunistas #finanças #ronaldo #produtos #bancários #desmitificando

Post em Destaque
Posts Recentes