Quando todos somos Pedro


Patrícia

Pedro foi um dos primeiros discípulos a ser chamado por Jesus, ele sempre aparece em primeiro lugar nas listas dos discípulos. Juntamente com João e Tiago, formava o trio dos que tinham mais intimidade com o Mestre. Sempre estavam juntos. O autor do livro de Marcos registra as palavras de Jesus: “E não permitiu que alguém o seguisse, a não ser Pedro, Tiago, e João, irmão de Tiago (Mc 5.37).


Pedro também era o representante do grupo. Quando Jesus pergunta aos discípulos o que os homens diziam a seu respeito, alguns discípulos responderam: João o Batista; e outros: Elias; mas outros: Um dos profetas. E Ele lhes disse: Mas vós, quem dizeis que eu sou? E, respondendo Pedro, lhe disse: Tu és o Cristo.


Quando as mulheres vão ao túmulo ungir Jesus, o anjo afirma que Ele ressuscitou e menciona o nome de Pedro: Mas ide, dizei a seus discípulos, e a Pedro, que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali O vereis, como ele vos disse. Percebemos o notável líder que Pedro permitiu ser formado.


Antes do Pentecostes, Pedro é quem assumia a liderança da comunidade (Atos 1.15), era também o principal pregador. Os relatos em Atos registram também que foi Pedro que liderou o primeiro campo missionário em Samaria


Esse “Pedro” é fácil assumirmos: corajoso, mediador, líder entre os líderes, visionário, missionário, amante da obra Cristo. O mais difícil é reconhecermos o Pedro tempestuoso, questionador, duvidoso, com alguns medos. Esses comportamentos faz parte do comportamento humano de alguns de nós, ousaria falar, da maioria de nós. Alguns de nós por desejar cultivar uma espiritualidade “precisa”, deixamos essas questões e passamos uma impressão de um Pedro “pronto para a Missão”. Gosto do versículo que nos lembra que Jesus procura adoradores que O adoram em espírito e verdade.


Para a missão, é essencial agirmos e assumirmos os Pedros que encontramos em nós mesmos, e deixarmos o Senhor nos transformar e nos usar da maneira que Ele desejar.


Há outros Pedros que nos ajudam a fazer a missão. Eu conheço muito mais que dois. Mas escolhi citá-los por aprender com eles que a missão é feita com sincera alegria, divertimento, união ao redor da mesa (que não pode faltar um brigadeiro). Na vida de um deles em especial, o conhecimento vem através de muitas histórias, entre elas vários contos, entre eles, o Pedro Malazarte. Dias desses descobriu que esse Pedro não foi muito gentil em oferecer a sopa de Pedras para uma velha.


Muito perspicaz falou:


- Esse Pedro ainda vai aprender ... ele não foi muito educado não né, mãe?


Aprender com as histórias que vamos vivenciando com as narrativas bíblicas, com os contos e com os vários Pedros da vida, nos ajuda a entender que Jesus conta com a gente para que o Reino dEle esteja entre nós.


Ah! Sobre o Malazarte, eu bem sei que você o conhece. Personagem do folclore brasileiro.


Até a semana que vem.

Abraço fraterno.

Patrícia Marques Pastora na IM em Santana

#colunistas #patricia

Post em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square